Growth Hacking – The idea side of the story

com Vasco Teixeira Pinto na FLAG Lisboa
Duração 14h

  • Data

    10 e 17 Novembro Sábados, das 10h às 18h

  • Valor

    360€/*180€ PVP / Early Bird

  • Vagas

    12

  • Imprimir
  • Partilhar
  • Fala Connosco

Informações Gerais

Valor

Inscrição: 360€

*Early Bird: 180€ até 15/jun

 

Descrição

Esta Masterclass aborda os princípios do Growth Hacking como uma tática de empreendedorismo desenvolvida em startups e que utiliza a criatividade, o pensamento analítico e as métricas sociais para vender produtos e ganhar notoriedade.

O Facebook, o Twitter, o LinkedIn, a Airbnb e o Dropbox são algumas das empresas que utilizaram técnicas de Growth Hacking no seu período de fundação.

Como é que o Airbnb angariou os seus primeiros 100k utilizadores? Como é que a DropBox cresceu depois de fracassar com google adwords? Vamos falar da sua génese e da sua aplicabilidade para além do mundo das Startups; a importância das parcerias, do contact hacking e do lean marketing framework; para além das ferramentas que vão ajudar os alunos, esperamos que os levem uma nova forma de pensar.

 

Público-alvo

Esta Masterclass é direcionada a empreendedores e colaboradores de startups, Profissionais de Marketing de empresas, Criativos e accounts de agências, Community managers e Digital motivated people.

 

Requisitos

Conhecimentos básicos de comunicação e marketing, marketing digital ou áreas afins.

Conteúdos

Introdução ao Growth Hacking
O que é?
A sua origem
A fusão da engenharia com o marketing, porque os geeks são importantes.

O Meio é a Mensagem (McLuhan)
O problema de vender inovação. A razão do desinteresse do target.
Do meio ao canal. O que o Einstein nos ensinou e que as empresas continuam a ignorar.
Principios da influência Cialdini. A base para gerar leads de qualidade.

Lean Marketing Framework
A forma como as empresas medem as suas campanhas digitais.
As principais maravilhas do digital é que é dinâmico. Podemos medir e adaptar ao longo das campanhas.
Case Study

Parcerias
Piggybacking – 90% do Growth Hacking é apanhar boleia. É surfar uma onda maior.
Quando os canais de comunicação limitam a propagação da nossa mensagem temos de voltar à base. We will always have email.
Contact Hacking – Os standards empresariais permitem chegar facilmente a qualquer pessoa. Se não funcionar há todo um conjunto de app’s que nos facilitam o trabalho.

Content Marketing
Eles voltam sempre. Diz-se que o conteúdo é rei. Temos de saber comunicar o que as pessoas querem ouvir/saber.
Mail Marketing ou re-marketing. Esta é das ferramentas mais poderosas para gerar engagement. Mas hoje em dia um email é como uma moeda de troca.
SEO (básico) – Não vamos falar de SEO muito técnico nem profundo. A importância do SEO e de conceitos base obrigatórios para qualquer campanha. Uma checklist que vai querer ter no seu computador.

GrowthHacks Hall of fame
Alguns casos históricos de Growth Hacking que transformaram Start Ups em empresas globais num período de tempo record: Hotmail, Dropbox, Airbnb, Outras.

Non Startup World
Mais do que ferramentas o objectivo é que saia com uma nova forma de pensar.
O novo pensar fora da caixa que parte do mundo das Start Ups mas que tem uma relação muito, mas muito estreita com as nossas campanhas publicitárias.

Caso Prático
Apresentação de um briefing para campanha publicitária digital (fictícia).
Elaboração de conceito criativo e aplicação digital (site, apps, redes sociais, video, outros).
Proposta de parcerias
Definição de funil de conversão (Lean Marketing Framework).
Soluções digitais para os estados do funil
Métricas de avaliação
Plano de melhoria continua (medir -> adaptar)
Apresentação dos trabalhos e debate sobre os mesmos.

Inscrição