Formadores FLAG, o que dizem… “Os alunos surpreendem-nos e conseguem atingir cargos de topo.”

8 de Junho de 2017

Para o formador Miguel Monteiro, a área de programação mobile representa elevadas oportunidades de carreira no mercado de trabalho atual.
Este é o seu relato enquanto formador da FLAG.

 

Como te tornaste formador na FLAG?
MM: Em 2013 fui contactado pela FLAG para abraçar este desafio. Tinha sido operado ao pé direito recentemente e estava em recuperação, mas decidi abraçar o projeto ainda assim. E desde aí nunca mais parei. 🙂

 

Como descreves a experiência de dar formação na FLAG?
MM:  Dar aulas na FLAG ajudou-me a perceber que se dermos o nosso melhor, os alunos podem surpreender-nos com projetos muito bons, conseguindo até atingir cargos de topo. É muito bom ver a evolução dos alunos e perceber que o nosso trabalho está a ser útil para os ajudar a melhorar, endireitar ou criar uma nova possibilidade profissional de qualidade.

 

Além de formador, quais são as tuas ocupações profissionais?
MM: Sou CTO da empresa JiTT.travel, empresa do Ramo do turismo tecnológico que visa a melhorar a experiência de um turista na cidade.

 

De que forma descobriste as tuas vocações? Como foi o teu percurso profissional até aqui?
MM: Comecei por fazer aplicações móveis Android e iOS para a iClio, projeto Beat4Bit, depois fiz freelance de websites, Critical Software, testes de integração de uma aeronave civil nas linguagens C e Assembly, voltei À iClio para o Projeto JiTT.travel como programador Android e iOS, e agora sou o CTO da iClio.

 

Qual a importância que atribuis à formação profissional contínua, em especial, na área em que operas?
MM: Frequentar formação nesta área é da maior importância, porque a oferta universitária existente ainda continua a ser escassa para a elevada procura de profissionais neste ramo mobile, principalmente na área de programação para iOS.

 

Gostarias de deixar algum conselho a quem está a pensar enveredar ou otimizar a sua carreira nesta área?
MM: A taxa de empregabilidade dos meus alunos tem sido muito boa, principalmente para os que apostam neste tipo de programação. E é uma área que carece de profissionais no mercado.

 

Miguel Monteiro
Formador de Programação Mobile
LinkedIn