Formadores FLAG, o que dizem… “A FLAG tem uma preocupação enorme para com os formadores, e isso reflete-se em toda a experiência formativa”

8 de Setembro de 2017

Daniel Domingues Pereira foi parar ao marketing digital por acaso, mas a sua sede por aprender coisas novas levou-o a descobrir esta área, e trouxe-o até à FLAG, para partilhar o seu conhecimento com todos os formandos.

 

Como começaste a dar formação na FLAG?
DDP: De facto, comecei há alguns anos com os primeiros cursos FLAG em Aveiro. Entretanto, há uns 4 anos com a minha vinda para Lisboa, tornei-me formador de Google AdWords na Rumos. Devido às reestruturações que têm acontecido, assim como devido à  disponibilidade, tanto da FLAG, como de minha parte, recentemente aceitei o desafio de dar formação de Marketing Digital na FLAG Lisboa, desde Search Engine Optimization, Google AdWords, até Google Analytics.
Sempre que possível, gosto de fechar tudo com a vertente de Projeto, que é uma das minhas preferidas. E sinceramente gostava de dar mais formação, mas se por um lado o tempo é curto, por outro lado a veia profissional que faz de mim um formador com experiências para partilhar, é também necessária em todo este processo.

 

Como descreves a experiência de ser formador?
DDP: Sinceramente? Adoro! A equipa da FLAG é como uma segunda equipa de trabalho, e o tratamento é de companheirismo. Estamos todos para o mesmo, que é fornecer um bom serviço ao formando, e garantir que ele tem a melhor experiência possível. Mas, neste caso, a FLAG tem também uma preocupação enorme para com os formadores, e tudo isso reflecte-se no resultado final de toda a experiência formativa.

 

Além de formador, quais são as tuas ocupações profissionais?
DDP: Por acaso, são algumas. Neste momento dou aulas em algumas universidades, e faço parte da Direcção da Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing (APPM). No entanto, a minha ocupação profissional mais importante é a de Director executivo da MindSEO.com, da qual também sou fundador.

 

De que forma descobriste as tuas vocações profissionais?
DDP: Costumo dizer que foi um pouco por acaso, e uma mistura de tudo um pouco. Comecei de facto a trabalhar muito cedo na área das TI’s, entre o software e o hardware. Isso permitiu-me não só entrar muito cedo no mundo da Web (daí a experiência no online desde 1998) mas também conhecer questões ao nível da arquitectura de informação, configuração de infraestruturas tecnológicas (redes), engenharia de software, gestão e muitas outras questões ligadas às tecnologias de informação. No entretanto, estudei artes e comunicação no secundário, tirei um curso de Design no Estúdio Mariscal em Barcelona, licenciei-me em Marketing, Publicidade e Relações Públicas e optei um por um Mestrado em Novos Media e Práticas Web.
Em 2008 sofri um acidente que me obrigou a uma paragem forçada, e por causa disso, decidi mudar a minha vida, e abrir a MindSEO em 2009.
Desde 2009, graças ao muito variado currículo que fui “coleccionando”, que tenho vindo a desenvolver (em conjunto com a minha espectacular equipa) soluções nas áreas do Digital Performance e do Digital Intelligence.

 

Qual a importância que atribuis à atualização de conhecimentos e competências técnicos na área de Marketing Digital?
DDP: Importância? Extrema! Costumo até brincar com a situação e dizer que quem não gosta de aprender coisas novas, mais vale repensar bem a vida, e mudar de área!